Buscar
  • Henrique Correia

Idalina vai a julgamento no caso da queda da árvore no Monte; Cafôfo de fora

Chefe de divisão da CMF também pronunciado. Os arguidos respondem por 13 crimes de homicídio por negligência e 24 crimes de ofensas à integridade física por negligência.



O tribunal decidiu pronunciar para julgamento do processo da queda da árvore no Monte, a vice presidente da Câmara do Funchal, Idalina Perestrelo, e o chefe de divisão de jardins e áreas verdes, Francisco Andrade. O então presidente da Autarquia, Paulo Cafôfo fica de fora.

O DN revela que os arguidos respondem por 13 crimes de homicídio por negligência e 24 crimes de ofensas à integridade física por negligência.

30 visualizações