Buscar
  • Henrique Correia

Idosos e profissionais de Saúde da linha da frente são prioritários no plano de vacinação na Madeira


Transporte das vacinas em alta segurança e vigilância no armazenamento. SESARAM vai gerir a parte logística


O diretor regional de Saúde, Herberto Jesus, revelou hoje que o primeiro grupo de vacinação contra a Covid-19, na Madeira são as pessoas idosas, institucionalizadas, pessoas com mais doenças e os profissionais de Saúde na linha da frente no combate à Covid-19. Depois, os profissionais das forças de segurança e forças armadas. Estima que a vacinação, na primeira fase, possa abranger 50 mil pessoas.

Esta revelação foi feita, há pouco, no âmbito da apresentação do Plano Regional de Vacinação contra a Covid-19.

O diretor regional adiantou que vão existir três fases, mas não definiu tempos. Disse que o processo será feita de forma pausada, mas alertou que a vacinação obedecerá a critérios e não serão vacinados todos as pessoas dos mesmos setores e ao mesmo tempo. A terceira fase será para o resto da população, de acordo com a disponibilidade das vacinas.

Herberto Jesus foi muito cauteloso nesta apresentação, com constantes alertas sobre datas e números de vacinas que eventualmente possam ser canalizadas para a Região. Garante que a Pfizer irá trazer as vacinas à Madeira, o transporte será feito em alta segurança e haverá vigilância permanente no armazenamento, já garantido em ultracongeladores, sendo que o SESARAM vai gerir toda a logística.

O diretor acrescenta que todas as pessoas vacinadas terão um acompanhamento, uma vez que a vacina é nova e é importante acompanhar os comportamentos.





5 visualizações

Posts recentes

Ver tudo