Buscar
  • Henrique Correia

Iglesias lembra ordenado mínimo nos 900 euros como compromisso PS


A candidatura do PS Madeira à Assembleia da República reuniu-se hoje com a direção regional da UGT-Madeira.


A candidatura do PS Madeira à Assembleia da República reuniu-se hoje com a direção regional da UGT-Madeira, onde foram discutidas diversas matérias relativas a políticas de emprego, carreiras profissionais, formação e melhorias de rendimentos, tendo os candidatos do PS registado as posições do sindicato relativamente a questões concretas na Região, e que deverão merecer posições políticas em particular na Assembleia da República.

O aumento do salário mínimo nacional foi igualmente um dos principais temas da reunião.

“Queremos afirmar perante todos os madeirenses e porto-santenses o compromisso do PS de aumentar o salário mínimo nacional até aos 900 euros na próxima legislatura. É uma bandeira do PS aumentar os rendimentos das famílias, melhorar a sua qualidade de vida e retirar centenas de milhares de pessoas de um estado de pobreza que não é de forma alguma aceitável”, declarou o candidato à Assembleia da República Miguel Iglésias.

Tendo como meta o aumento dos rendimentos dos portugueses, o programa eleitoral do PS tem como objetivo concreto de aumentar até 2026 o peso das remunerações no PIB em 3 pontos percentuais para atingir o valor médio da União Europeia – ou seja, aumentar o rendimento médio por trabalhador em 20% entre 2021 e 2026.

4 visualizações