top of page
Buscar
  • Foto do escritorHenrique Correia

Iniciativa Liberal diz que nada foi feito, entre nós, para combater a corrupção



"O combate à corrupção é uma responsabilidade de cada um de nós, é uma responsabilidade social das empresas e das organizações, é uma obrigação do Estado".


Imagem Iniciativa Liberal.


Uma nota hoje emitida pela Iniciativa Liberal Madeira traz para debate o tema da corrupção que "mina a democracia e mata a liberdade. A corrupção impede o desenvolvimento porque leva ao desperdício de fundos e recursos. A corrupção também impede o desenvolvimento político, económico e social de um país ou região".

A mesma posição aponta três os vectores mais importantes no combate à corrupção: o Estado de direito, a criação de condições para uma maior qualidade de vida e o desenvolvimento social", referindo que "a criação de códigos de exigência que apelem ao interesse, a abertura e a transparência, a imparcialidade, o servir o interesse público, a responsabilidade e a prestação de contas, são essenciais para que a percepção de corrupção que a maioria dos cidadãos tem seja atenuada e, com o tempo, desapareça".

A Iniciativa Liberal Madeira diz que "entre nós muito pouco, ou nada, foi feito até hoje no combate a este flagelo que leva a que muitos se desinteressem da participação política. As taxas de abstenção são claros indicadores disso. A corrupção não é uma fatalidade. O combate à corrupção é uma responsabilidade de cada um de nós, é uma responsabilidade social das empresas e das organizações, é uma obrigação do Estado. É um dever de cidadania"

8 visualizações

Comments


bottom of page