Buscar
  • Henrique Correia

Ireneu Barreto e Pedro Calado com mensagens de pesar pela morte de Carlos Lélis


Carlos Lélis foi agraciado pelo Presidente da República, em 2015, com o grau de Comendador da Ordem do Mérito.




"Ao tomar conhecimento do falecimento do Dr. Carlos Lélis, vem o Representante da República exprimir a sua tristeza pela perda desta figura ímpar da nossa comunidade", refere uma nota do repetivo gabinete de comunicação.

"Madeirense ilustre, licenciado em Filosofia Românica, lecionou no Liceu Nacional do Funchal e desempenhou vários cargos de direcção no sector turístico e em meios universitários estrangeiros, tendo sido leitor de Português em França, e adido cultural na Roménia".

Sublinha a mesma informação que Carlos Lélis notabilizou-se no "exercício de missões de serviço público, nomeadamente

como Secretário Regional da Educação do Governo Regional da Madeira, Deputado na Assembleia da República, responsável pela participação da Madeira na Expo 98 e membro da comissão encarregada da instalação da extensão universitária que esteve na génese da Universidade da Madeira"

Cultivou o ensino, jornalismo, crítica de arte, encenação, declamação e direcção criativa, e publicou vários livros, sobretudo de poesia, tendo sido agraciado pelo Presidente da República, em 2015, com o grau de Comendador da Ordem do Mérito.


Calado manifesta pesar


A Câmara Municipal do Funchal e o presidente, Pedro Calado "manifestam o seu pesar pelo falecimento do Dr. Carlos Lélis, antigo secretário regional da educação e deputado à Assembleia da República".

Uma nota da Autarquia refere que "o executivo autárquico associa-se, nesta hora de sofrimento, à família do Dr. Carlos Lélis, a quem endereça os mais sentidos votos de pesar pela morte do seu querido familiar.

Carlos Lélis da Câmara Gonçalves nasceu a 31 de outubro de 1931, no Funchal, cidade onde morreu, vítima de doença prolongada".

4 visualizações