Buscar
  • Duarte Azevedo

Iván Rossi: "Futebol é um trabalho, não uma paixão"


Novo verde-rubro é argentino, 'trinco' e vem da III Liga de Itália.


Quando ao princípio da tarde desta quarta-feira se soube que "chegou um jogador para o Marítimo", o pensamento foi, logo, direcionado para a Equipa B ou Equipa de Sub 23. Afinal, o plantel principal está em Lousada e até foi aí que se apresentou Xadas. Mas, afinal, o tal 'jogador que chegou' é Iván Rossi e foi apresentado, com a pompa habitual - ao lado da bandeira -, em Santo António. Com 27 anos deduz-se que seja para ficar no plantel liderado por Velazquez, embora tal não impeça de estar no grupo de Ludgero...

Se for para a equipa principal será o terceiro 'trinco' contratado, a juntar a Filipe (ex-Covilhã) e a Diogo (ex-Benfica B). Isto apesar de vir da III Liga italiana, equivalente ao Campeonato de Portugal 2020/21.

Iván é argentino, também tem nacionalidade italiana. Começou, já tarde, no Banfield onde foi treinado por Almeyda (antigo jogador do Inter e da Lázio). "Comecei a jogar aos 17 anos. Eu ia estudar e não me dedicar ao futebol. Brinquei com amigos, até que algumas pessoas começaram a me procurar. Eu disse 'bem, vamos ver o que acontece'", confidenciou numa entrevista.

Aliás, o novo verde-rubro diz não ser um apaixonado pelo futebol: "Eu não sinto o futebol como uma paixão. Nos jogos eu não fico nervoso. Tomo como normal. Eu gosto, mas não sou daqueles que vive para o futebol ou que está assistindo futebol o dia todo... Eu me dedico plenamente, mas vejo o futebol como um trabalho".

No Banfield, Iván Rossi ajudou a ganhar o campeonato da II Divisão da Argentina e em 2016 assinou contrato por 4 anos com o colosso River Plate. Mas nunca se afirmou. Dois anos depois foi emprestado ao Huracán, no final de 2019 vai, na mesma condição, para o campeão do Chile, Colo-Colo, quando treinava à parte no River. Até que no começo deste ano vem para a Europa para representar o Sambenedettese, da III Liga de Itália, com o qual assinou até junho de 2022. Contrato que não irá cumprir pois... chegou agora ao Marítimo.

Futebolisticamente, Rossi - não confundir com outro Rossi que por cá passou... - define-se assim: "Meu forte é o primeiro toque, o passe no início, sendo um jogador que serve para dar uma saída à equipa". Falta acrescentar que é alto (1,83) e magro (66kg)...

5 visualizações

Posts recentes

Ver tudo