Buscar
  • Henrique Correia

Jacinto Serrão quer fazer em 4 anos o que não foi feito em 45 em Câmara de Lobos


Paulo Cafôfo: “É hora de a população de Câmara de Lobos ser mais exigente e querer mais e melhor para o seu concelho”.


Jacinto Serrão apresentou, hoje, publicamente, a sua candidatura à presidência da Câmara Municipal de Câmara de Lobos – com o lema “Orgulho na Nossa Gente” – esperando contar com a confiança dos camaralobenses para concretizar, em quatro anos, todo o potencial do concelho em ações concretas, que se traduzem em mais oportunidades para todos e maior qualidade de vida. Problemas estruturais que nunca tiveram uma resposta adequada dos sucessivos executivos PSD.

O candidato quer colocar as “mãos à obra, para fazer, em quatro anos, o que nunca foi feito por aqueles que governam Câmara de Lobos durante quarenta e cinco”, naquela que será “uma obra para transformar o nosso concelho, num município verdadeiramente desenvolvido e com alta qualidade de vida”, refere uma nota do gabinete de comunicação do partido.

Jacinto Serrão aponta que um dos objetivos é responder aos problemas estruturais das famílias carenciadas, através de políticas articuladas, com instrumentos significativos para ajudar as famílias.

Sendo um dos concelhos com mais jovens da Região, o candidato defende que a Autarquia deve ter uma postura ativa nas políticas de educação, formação e requalificação, como forma de “dar futuro aos jovens para crescerem, para trabalharem e constituírem família em Câmara de Lobos”.

Paulo Cafôfo, o líder do PS-M, começou por sublinhar que a postura do PS nesta candidatura e no desafio autárquico para 2021 que prima por “projetos credíveis, encabeçados por pessoas válidas”.

“O Jacinto Serrão é uma pessoa que conhece bem a realidade deste concelho e tem uma grande proximidade com todos. Não tem nada a provar, mas tem muito para dar a Câmara de Lobos”, sublinhou.

O presidente do PS Madeira destaca que o candidato tem “a força de querer fazer mais pela sua terra”, frisando que “há tanto por fazer” num concelho que considera ter tanto potencial.

“É hora de a população de Câmara de Lobos ser mais exigente e querer mais e melhor para o seu concelho”, concluiu.

6 visualizações