Buscar
  • Henrique Correia

Jardim compra casa do Quebra Costas à Fundação do PSD ao preço que vendeu


Recuperação da casa foi feita, já na posse da Fundação, por um grupo de empresários a custo zero.




O antigo presidente do Governo Regional e líder do PSD Madeira, Alberto João Jardim, comprou a casa de família, no Quebra Costas, que tinha vendido à Fundação Social Democrata, e onde instalou o seu gabinete depois de sair do Governo. Comprou ao preço que vendeu.

Este património de família foi transacionado para a Fundação do PSD e alvo de recuperação profunda por parte de um grupo de empresários. A custo zero para a Fundação, garantem-nos.

Para a prossecução deste negócio esteve subjacente o estado financeiro da Fundação, em situação difícil e cujo passivo chegou a estar nos 6 milhões de euros, mas que neste momento ronda os 4 milhões. Os responsáveis têm procurado resolver a pesada "herança" e têm cumprido com os compromissos assumidos no âmbito do processo de regularização da dívida, tendo como credores principais o Santander, que assumiu os dossiers do Banif, e o BCP.

A venda da casa do Quebra Costas, a Jardim, acaba por salvaguardar um imóvel de valor histórico e que integrava um património que correu riscos de entrar nas contas que um processo de eventual insolvência, caso a Fundação entrasse em incumprimentos, o que ainda não é o caso.

Para Jardim, o significado vai muito além do valor patrimonial, é também sentimental, sendo uma oportunidade de proceder à transmissão geracional de um espaço de família.







40 visualizações