Buscar
  • Henrique Correia

Jardim dá a "mão" a Calado mas "pica" Passos e a "renovação" no PSD-M


Em duas publicações, Alberto João Jardim, que não resiste ao "palco", disse muito do que pensa e quer dizer, também à sociedade, mas muito ao partido. Para dentro.



O PSD-Madeira, renovado da "renovação" anunciada em 2015 com uma "marcha" atabalhoada contra o jardinismo, entretanto mal consolidada, lançou uma espécie de apelo de "toque a reunir" a Alberto João Jardim, o anterior líder, que pacificou, aparentemente, as relações com Miguel Albuquerque. Valores mais altos, como as eleições.

O objetivo está apontado para as Autárquicas de 26 de setembro e a mais valia está na capacidade de oratória de Jardim, sem concorrência, até ver ou salvo melhor apreciação. Com todos os defeitos e virtudes reconhecidos e já sobejamente avaliados.

Jardim, mesmo reformado da politica ativa, mas ativo em tudo o que é política, tem colocado diversas publicações, no Twitter e no Facebook, onde de uma forma mais ou menos subtil, tem feito aquilo a que se pode dizer de "uma no cravo, outra na ferradura". Tem "ódios de estimação", mas tem claramente alvos preferenciais de apoio, dois deles de forma clara, Pedro Calado e Pedro Coelho, sendo mandatário em relação ao presidente recandidato em Câmara de Lobos, um dos ativos mais importantes do PSD Madeira, que por essa razão também provoca alguma agitação interna no partido.

Dentro destes contornos, Jardim fez duas publicações que podem resultar em diversas leituras políticas, uma delas de apoio a Calado, outra de satisfação pela conclusão da via expresso para a Ponta do Pargo, mas envolvendo "recados" para Passos Coelho e a renovação anunciada pelo PSD, internamente, em 2015, que acabou por marcar a transição Jardim/Albuquerque.

Sobre Calado, Jardim publicou que o vice presidente do Governo, candidato pela coligação PSD/CDS ao Funchal "assumiu compromisso CHAVE para o Investimento e o Emprego no Funchal: decisão sobre os projetos apresentados,tomada em POUCOS dias.

Tem, candidato, um Vereador competente e experiente para tal: o Eng. João Rodrigues".

Num outro post, Jardim dá os "Parabéns a Todos os que tornaram possível a conclusão da Via Expresso Ribeira Brava - Ponta do Pargo, interrompida no túnel da Madalena e na Raposeira pelas safadezas Passos C. e, depois, pela “renovação” 2015-17.

Agora, concluir vias estruturantes com Cota 500, já que Arco S.J. anda".

Em duas publicações, Alberto João Jardim, que não resiste ao "palco", disse muito do que pensa e quer dizer, também à sociedade, mas muito ao partido. Para dentro.

16 visualizações