top of page
Buscar
  • Foto do escritorHenrique Correia

JPP diz ser inadmissível que o acordo com o PAN fique pelo bem estar animal



"Temos 74 mil madeirenses em risco de pobreza, reformados a viver com duzentos e tal euros ao mês, temos 118 mil atos médicos por realizar e madeirenses sem o direito de saberem quanto tempo irão aguardar para uma cirurgia".




“Enquanto o PSD e o CDS andam, agora, a brigar pelo tacho de presidente da Assembleia, donde virão, com certeza, novas chantagens negociadas nas costas dos madeirenses, depressa chegamos à conclusão que o acordo de incidência parlamentar assinado entre PSD, CDS e PAN representa duas mãos "cheias de nada", referiu Élvio Sousa, na iniciativa desta manhã do JPP, que decorreu na Assembleia Legislativa Regional.

Para o líder parlamentar e recém eleito deputado, “é inadmissível que deste acordo resulte, apenas, prioritariamente o bem-estar animal, quando infelizmente temos 74 mil madeirenses em risco de pobreza, reformados a viver com duzentos e tal euros ao mês, temos 118 mil atos médicos por realizar e madeirenses sem o direito de saberem quanto tempo irão aguardar para uma cirurgia, exame ou consulta, quando temos a classe média a contar os tostões com os impostos IRS e IVA altos; quando o salário mínimo regional é menos 13 euros que nos Açores”, lamentou. razão “para afirmarmos que estamos entregues à bicharada!”, frisou.

3 visualizações

Comments


bottom of page