Buscar
  • Henrique Correia

JPP exige: Pedro Ramos deve ser mais transparente nos números e mais cooperante



Élvio Sousa considera um total desrespeito pelo direito dos cidadãos a falta de fixação dos tempos máximos de resposta garantidos para todo tipo de prestações médicas



O líder parlamentar do Juntos Pelo Povo anunciou hoje que o partido já pediu as listas de espera detalhadas por especialidade e tipologia (a 31/12/2020) para as cirurgias, exames e consultas de especialidade no SESARAM. Tal como acontecera em 2020. Élvio Sousa é crítico relativamente à falta de transparência no que toca aos números, lembrando que Élvio Sousa lembrou que “um dos dados obtidos à «força», e por via judicial, demonstrou que, em 2019, a capacidade de resposta para realizar consultas urgentes, (e que deveriam ser realizadas em 60 dias) nem chegou aos 50%, uma realidade muito triste que explica um cenário de menor capacidade de resposta”. O deputado considera, entre outras situações, "um total desrespeito pelo direito dos cidadãos e uma infame desconsideração pelos utentes do serviço regional de saúde, que é a falta de fixação dos tempos máximos de resposta garantidos para todo tipo de prestações médicas, uma situação insólita que está por cumprir há 5 anos. Infelizmente, os portugueses da Região são os únicos cidadãos do País a não disporem dessa garantia regulamentada”. Desta forma, “o Secretário Regional da Saúde tem de ser mais cooperante com os deputados, tem de ser totalmente transparente quanto aos dados de saúde, e deixar de dar ouvidos aos assessores da propaganda, que tentam habilmente escamotear a realidade”, referiu o líder parlamentar.

8 visualizações