Buscar
  • Henrique Correia

Machico "trava a fundo" e já encerrou parques e espaços de convívio nas freguesias


O presidente do Governo disse que as autoridades manterão fiscalização rigorosa a restaurantes e bares, recordando que a Região atravessa neste momento um período crucial para o controlo da pandemia. 




Machico "trava a fundo" no combate à Covid-19. O aumento de casos desencadeou uma intervenção mais "musculada" contra certos comportamentos da população, a quem o município apela à necessidade do cumprimento das normas.

Dentro das novas medidas, já foram encerrados os parques infantis do Porto da Cruz, do Jardim da Graça, do Largo da Praça, do Caniçal e o campo de areia do Caniçal, freguesia onde também foi interdito o espaço de convivio da "Âncora", no Largo/Praceta.

Recorde-se que a situação em Machico agudizou-se nos últimos dias e o próprio presudente do Governo mostrou-se preocupado, prometendo "mão firme" nos ajuntamentos, nos restaurantes e bares de Machico e particularmente o Caniçal, onde os incumprimentos têm sido registados.

Miguel Albuquerque diz que as autoridades manterão fiscalização rigorosa a restaurantes e bares, recordando que a Região atravessa neste momento um período crucial para o controlo da pandemia. 

“É decisivo e importante que os cidadãos e os empresários tenham muito cuidado e cumpram escrupulosamente as regras de distanciamento social, o uso de máscara e a higienização. E é fundamental, sobretudo agora nestes dias da Festa que os bares e os restaurantes cumpram escrupulosamente as regras. Nós vamos fiscalizar rigorosamente tudo isso, designadamente no concelho de Machico, porque não podemos arriscar”, concluiu

13 visualizações