top of page
Buscar
  • Foto do escritorHenrique Correia

Madeira em alerta especial "amarelo" tem reforço para prevenir incêndios rurais



As equipas de combate a incêndios rurais afetas aos Corpos de Bombeiros da RAM encontram-se a realizar, com maior frequência, ações de patrulhamento e vigilância aos.





O Serviço Regional de Proteção Civil reativou o estado de alerta especial "Amarelo" devido às condições meteorológicas adversas – tempo quente, que assolam a Região Autónoma da Madeira, cujas condições propiciam o aumento do risco de incêndio rural.

Perante estas condições, as equipas de combate a incêndios rurais afetas aos Corpos de Bombeiros da RAM encontram-se a realizar, com maior frequência, ações de patrulhamento e vigilância aos pontos de observação de incêndios rurais, estando capacitadas para uma primeira intervenção em caso de incêndio e solicitação de mais meios ao Comando Regional de Operações de Socorro, na eventualidade de necessidade de equipas de ataque ampliado.

Durante a emissão do Aviso Vermelho, emitido pelo IPMA, que vigorou entre as 00h00 e as 23h00, com consequente emissão de Estado de Alerta Especial " Laranja "  da autoria do SRPC, IP-RAM, o dispositivo operacional afeto à  missão de Proteção Civil foi amplamente reforçado com o incremento de três equipas de combate a incêndios rurais (Bombeiros Voluntários Madeirenses, Bombeiros Voluntários da Calheta e Bombeiros Voluntários de São Vicente e Porto Moniz) e duas equipas de ataque ampliado afetas aos Bombeiros Sapadores do Funchal e Sapadores de Santa Cruz, respetivamente, as quais se juntaram às onze equipas ordinárias ativadas pelo Plano Operacional de Combate a Incêndios Rurais (POCIR),  que patrulham e vigiam as serras da RAM desde o dia 1 de junho de 2023 até ao dia 30 de novembro de 2023.

Segundo informação emitida domingo, para além deste reforço, foi também ativado o Oficial de Ligação ao POCIR, cuja ação vigorou entre as 07h00 de 12 de agosto e as 07h00 de 13 de agosto de 2023, não se vislumbrando quaisquer ocorrências relacionadas com a propagação de incêndios rurais.

 O SRPC, IP-RAM agradece ainda o reforço dos meios de vigilância de primeira intervenção em espaço florestal, assegurado pela Polícia Florestal, Sapadores Florestais e Vigilantes da Natureza afetos ao IFCN, IP-RAM.

 RECOMENDAÇÕES PARA TEMPO QUENTE


• É proibida a realização de queimadas ou fogueiras para recreio ou lazer, ou para confeção de alimentos, a não ser nos lugares destinados;


• É proibida a utilização de equipamentos de queima e de combustão destinados à iluminação ou à confeção de alimento;


• É proibida a queima de matos cortados e amontoados e qualquer tipo de sobrantes de exploração;


• É proibido o lançamento de balões com mecha acesa ou qualquer outro tipo de foguetes;


• É proibido fumar ou fazer lume de qualquer tipo nos espaços florestais e vias que os circundem.



6 visualizações

Comments


bottom of page