Buscar
  • henriquecorreia196

Madeira poderá manter testes PCR à chegada para proveniências de risco


Miguel Albuquerque admite mudar a decisão de substituir os testes PCR por testes antigénio, nos aeroportos, sobretudo devido aos indicadores da Covid-19 em Lisboa.




O presidente do Governo Regional tem levantado essa possibilidade, mas hoje foi mais claro quanto a hipótese de manter os testes PCR aos passageiros que cheguem à Região, sobretudo para proveniências de risco, como por exemplo a área metropolitana de Lisbia, onde os números registam já a ultrapassagem das linhas vermelhas nos casos por 100 mil habitantes.

A Região tinha decidido que a partir de 1 de julho, os testes PCR iriam ser substituídos por testes antigénio, feitos até 48 horas antes. No entanto, a situação em Lisboa e o facto da Madeira ter uma grande faixa de turismo nacional, deverá levar o Governo a manter os PCR no aeroporto por mais algum tempo.

Uma coisa é certa: a obrigatoriedade do uso das máscaras é para manter.

As declarações de Albuquerque foram proferidas à margem da inauguração do Centro Comunitário Regional, na Marina do Funchal, um espaço de convívio e de atividades para os mais idosos.

10 visualizações