Buscar
  • Henrique Correia

Madeira quer SESARAM na linha da frente da modernização


Fo hoje apresentado um inovador sistema de telemedicina em medicina intensiva, que decorre do atual contexto pandémico. A Região foi selecionada para acolher o primeiro HUB, servindo de referência para os outros hospitais





“Este é o primeiro passo num conjunto de projetos com o objetivo de colocar o SESARAM e os serviços de saúde da Região na linha da frente na cooperação, modernização e internacionalização”. Foi assim que o presidente do Governo traçou o futuro quando hoje esteve presente, no Hospital Dr. Nélio Mendonça, na apresentação do projeto ICU4COVID, um inovador sistema de telemedicina em medicina intensiva, que decorre do atual contexto pandémico, assente na criação de diversos hubs, interligando unidades de saúde em diferentes geografias.

Como refere uma nota do Governo, publicada nas plataformas oficiais de informação, "a Região foi selecionada para acolher o primeiro HUB, servindo de referência para os outros hospitais deste projeto pioneiro, que envolve mais de 20 hospitais no continente europeu e um financiamento na ordem dos 10,4 milhões de euros".

“A ideia é a Região acompanhar e sobretudo liderar projetos de transição digital”, afirmou Miguel Albuquerque, salientando, ainda, a importância da cooperação inerente ao projeto, tendo em vista o desenvolvimento de um trabalho de vanguarda.


5 visualizações