Buscar
  • Henrique Correia

Madeira retrocedeu 4 semanas nos números da Covid-19, diz Maurício Melim


Maurício Melim volta a ser objetivo, prevê segunda vaga para agosto ou setembro e pede cuidado aos madeirenses devido à estirpe da Índia.




Os números da Covid-19 na Madeira, nos últimos sete dias, fizeram a Região retroceder quatro semanas. As contas são objetivamente feitas por quem está muito por dentro do quadro epidemiológico, o coordenador da Unidade de Emergência em Saúde Pública.

Maurício Melim, no seu estilo habitual de frontalidade relativamente à incidência da doença, voltou a fazer, no programa Consultório, na RTP-M, considerações sobre o que nos espera, designadamente uma segunda vaga para agosto ou setembro. "Há neste momento uma tendência para um aumento de casos e é preciso termos muito cuidado. Estão a chegar turistas, muitos do Reino Unido, e sabemos as ligações do RU com a Índia e a possibilidade da estirpe da Índia chegar à Região. Se os residentes não tiverem cuidado no cumprimento das regras, é uma questão de tempo até essa estirpe chegar".

9 visualizações