Buscar
  • Henrique Correia

Mais 30 mil testes rápidos e mais 450 mil euros no contrato IASAÚDE/ACIF


O valor financeiro do contrato-programa assinado em 18 de junho de 2021 passa a ser de mais 450 mil euros, ou seja, 900 mil euros no total.




O Governo Regional decidiu hoje, em plenário, alterar o contrato entre o IASAÚDE e a ACIF para "aumentar em 30 mil o número de testes rápidos a fazer no âmbito do mesmo, que passa a ser de 60 mil.

O Executivo lembra que "foi autorizado a celebração de um contrato-programa com a Associação Comercial e Industrial do Funchal, tendo em vista a cooperação financeira entre as partes outorgantes definição do processo de cooperação financeira entre as partes outorgantes para a promoção e coordenação de testagem por testes rápidos de antigénio (TRAg), para a SARS-CoV-2, aos cidadãos residentes na RAM e aos turistas durante a sua estadia na Região, que solicitem a realização dos mesmos nos serviços privados de saúde da Região que sejam associados daquela entidade, bem como aos viajantes que desembarquem no Aeroporto do Porto Santo, em voo com origem no Aeroporto da Madeira, ou vice-versa e os viajantes que embarquem no Porto do Funchal com destino à Ilha do Porto Santo, ou vice-versa e participantes em atividades culturais, artísticas e nas celebrações pós-religiosas ou civis".

No âmbito do mesmo, refereuma nota do Governo, "até ao final do mês de julho já se executou mais de 40% do número de testes contratados com aquela entidade".

Esta decisão atende ao facto de neste período existirem "milhares de pessoas a viajar para a ilha do Porto-Santo, a participar em atividades culturais e artísticas, bem como em celebrações pós-religiosas ou civis, levando a uma maior utilização por parte da população de testes para aqueles fins, contribuindo para um maior consumo dos testes contratados".

Desta forma, torna-se "necessário proceder à alteração do contrato-programa existente entre o Instituto de Administração da Saúde e a Associação Comercial e Industrial do Funchal, aumentando o valor contratual de testes e desta forma o valor financeiro do contrato-programa assinado em 18 de junho de 2021, que passa a ser de mais 450 mil euros, ou seja, 900 mil euros no total.


5 visualizações