top of page
Buscar
  • Foto do escritorHenrique Correia

Manuais escolares: PAN não quer crianças "cobaias da Microsoft"



Segundo informações recolhidas pelo PAN - a Madeira é a região incubadora desta experiência da Microsoft.




Desde outubro de 2022 que o PAN solicita ao governo regional que apresente os dados pedagógicos e científicos que fundamentem a digitalização da educação em curso que tranquilizem os pais e encarregados de educação sobre as consequências do aumento do número de horas de exposição aos écrans sobre a saúde das crianças e jovens.

Mas para além de não apresentar as fundamentações científicas que fundamentem a adoção dos manuais digitais e dos tablets, o governo regional da Madeira também não justifica quais foram as razões que levaram a que tivessem “oferecido” as crianças e jovens madeirenses como “cobaias” do programa Microsoft Showcase School, sem ouvir especialistas independentes sobre as consequências para a saúde e para a aprendizagem dos nossos filhos e netos.

Segundo informações recolhidas pelo PAN - a Madeira é a região incubadora desta experiência da Microsoft.

Tanta certeza tem o governo nesta experiência que não ouviu os especialistas nem da área da saúde, nem da pedagogia, que pudessem fundamentar a digitalização da educação em curso na região.

O PAN compromete-se a tudo fazer em sede do Parlamento regional para que as crianças e jovens da Madeira não continuem a ser cobaias da Microsoft em virtude de:


- a Organização Mundial da Saúde considerar que o problema de visão causado pelos écrans aproximarem-se de uma situação pandémica;


- a Organização Mundial da Saúde ter classificado os telemóveis tablets e outros dispositivos sem fio com um risco de categoria 2B (possível carcinogénico), devido à emissão de radiação. Sendo as crianças e os jovens ainda mais vulneráveis a estes perigos.


- os resultados das aprendizagens indicarem-nos que o futuro da educação é pedagógico e não tecnológico.

1 visualização

Comments


bottom of page