Buscar
  • Henrique Correia

Marcelo admite dar uma "aberta" no Natal para não estar em causa o espírito natalício das famílias

Governo anuncia, este sábado, as medidas para o Natal e final do ano. A ideia é abrir no Natal e fechar na passagem de ano.


Embora as medidas para o Natal e final do ano, no continente, sejam avançadas pelo Governo este sábado, Marcelo já adiantou que um objetivo é "abrir" um pouco no Natal para "não colocar em causa o espírito natalício", o que pressupõe que no Natal não haverá restrições ao nível da circulação entre concelhos. O mesmo poderá não acontecer relativamente ao Fim do Ano, onde o primeiro-ministro já deu a entender que não há festas na passagem de ano, admitindo que o recolher obrigatório possa ser adiantado para a 1 da manhã de 1 de janeiro.


5 visualizações