Buscar
  • Henrique Correia

Marcelo decreta "estado de emergência" muito limitado em Portugal

Marcelo reforça a necessidade de salvaguardar a saúde e a vida dos doentes Covid e não Covid

O Presidente da República acaba de decretar "estado de emergência" em Portugal entre 9 e 23 de novembro. Marcelo Rebelo de Sousa apontou o grande consenso à volta desta decisão e disse tratar-se de um estado de emergência muito limitado, largamente preventio, sem confinamentos compulsivos, salvaguardando as empresas e os vencimentos dos trabalhadores. Permite alargar o rastreio e recorrer às Forças Armadas".

O Chefe de Estado quer a salvaguarda da vida e da saúde dos doentes Covid e dos doentes não Covid e diz que novembro é um teste à nossa resistência. "Vamos viver solidários e determinados, tal como vivemos na Primavera durante a pandemia. Conta o Presidente da República com cada uma e com cada um dos Portugueses. Contam os portugueses com o Presidente da República. Agora e sempre".

O estado de emergência será reavaliado em final de novembro.

6 visualizações