Buscar
  • Henrique Correia

Marcelo sobre Azeredo: "Homem de convicções fortes"


"Papel de liderança e planeamento do 25 de Abril no Norte de Portugal, bem como a consolidação autonómica da Região".



"Foi com profundo pesar que recebi a notícia da morte do General Carlos Azeredo, com quem privei mais profundamente no final da década de 1990, durante a qual testemunhei as suas qualidades humanas e profissionais, traduzidas numa amplitude cívica pela consolidação da democracia, das suas instituições e da capacitação do poder local". Começou assim a mensagem do Presidente da República no site oficial da presidência.

Marcelo Rebelo de Sousa diz que "além de uma notável carreira militar no Exército, tendo sido Chefe da Casa Militar do Presidente Mário Soares, era um homem de convicções fortes, a quem a democracia muito deve pelo seu papel de liderança e planeamento do 25 de Abril no Norte de Portugal, bem como a consolidação autonómica da Região Autónoma da Madeira, pelo seu desempenho como governador civil do distrito autónomo da Madeira e presidente da sua Junta Governativa. Foi por isso mais do que justa a homenagem prestada no passado mês de fevereiro, quando foi agraciado pelo Presidente da República com a Ordem da Liberdade.

À família e amigos do General Carlos Azeredo envio as minhas sentidas condolências"

8 visualizações