Buscar
  • Duarte Azevedo

Marco Ferreira é 'assessor de árbitro'


Cargo novo para antigo juiz madeirense.


O madeirense Marco Ferreira, que abandonou a arbitragem de futebol no final da época 2014/2015, seguindo-se alguma polémica, está de volta à... arbitragem. Não para estar dentro de campo - tinha idade (44 anos) para isso... -, mas agora para exercer funções de 'Assessor do Árbitro'.

Ao que se soube, foi o presidente do Conselho de Arbitragem da Federação Portuguesa de Futebol, Fontelas Gomes, que convidou o madeirense para regressar ao 'mundo da arbitragem' que, na verdade, Marco Ferreira nunca abandonou atendendo a que se manteve a fazer comentários sobre o setor na comunicação social.

No entanto, este constitui um regresso mais efetivo, digamos assim, pois é feito dentro da organização que superintende a arbitragem portuguesa.

Apesar de 'assessor do árbitro' ser uma função nova, apurou-se que a mesma significa um acompanhamento de um árbitro desde a véspera até ao jogo com aconselhamentos e análise, sem pontuação, ao trabalho deste - não confundir com as funções de observador. Foi o que aconteceu no último fim-de-semana com o árbitro da categoria C4, Fábio Costa (da Guarda), que dirigiu o Camacha-Marítimo B do Campeonato de Portugal. Marco Ferreira reuniu com o árbitro na véspera e no final da partida. Já agora, refira-se que o Observador do Árbitro foi Cândido Gouveia.

Para já, o antigo juiz madeirense exercerá as suas funções na Madeira, observando árbitros do escalão C4. Contudo, o CA da FPF não coloca de parte a possibilidade dessa assessoria levar Marco Ferreira ao continente ou ao acompanhamento de árbitros de outra categoria.

6 visualizações

Posts recentes

Ver tudo