Buscar
  • Henrique Correia

Meio milhão para renovar a Mata da Nazaré; obras já no terreno


A obra será executada em duas fases, a primeira, que já se iniciou e deverá estar concluída no final deste ano. Prevê-se a conclusão da segunda fase para o final de 2022.




O investimento é de meio milhão de euros e o objetivo é requalificar a Mata da Nazaré, transformar toda a área envolvente ao Bairro da Nazaré, com aproximadamente 12.500 m², sendo que será reforçada a atual estrutura verde e instalado um palco, equipamentos e mobiliário urbano.

A obra será executada em duas fases, a primeira, que já se iniciou e deverá estar concluída no final deste ano. Prevê-se a conclusão da segunda fase para o final de 2022.

Já teve início a primeira fase das obras de requalificação da Mata da Nazaré. A secretária regional de Inclusão Social e Cidadania, Augusta Aguiar, acompanhada pelo presidente e pelo vogal do Conselho de Administração da Investimentos Habitacionais da Madeira, Bruno Pereira e Elias Gouveia, respetivamente, visitou o espaço verde que está a ser alvo de intervenção, revela uma nota publicada nas plataformas digitais do Governo.




ENTREGA DE VIATURA DE APOIO


Na visita, foi entregue aos serviços técnicos da IHM uma viatura de carga (de caixa aberta) para apoio nos trabalhos de manutenção dos espaços habitacionais dos diversos complexos habitacionais, nomeadamente os de jardinagem.


Este investimento, de cerca de 39 mil euros, na aquisição deste veículo revela-se importante na medida em que permite facilitar as tarefas em áreas verdes, como a visitada.


Augusta Aguiar, Secretária Regional de Inclusão e Assuntos Sociais, referiu “a grande mais-valia da requalificação deste espaço nobre, localizado no maior bairro social gerido pela IHM na cidade do Funchal, que irá servir todos os seus habitantes, desde os mais jovens até os mais idosos, promovendo-se o convívio intergeracional e permitindo a realização de diversas atividades lúdicas e socioculturais”, neste sentido “é fundamental a promoção da integração urbanística e paisagística do parque habitacional público e privado, dotando os bairros de espaços verdes de qualidade, que permitam uma melhoria da qualidade de vida dos seus moradores”, concluiu.

2 visualizações

Posts recentes

Ver tudo