Buscar
  • Henrique Correia

Menos carga fiscal para empresas e diferencial para os primeiros escalões do IRS


"A receita da Região é oposta à que a esquerda tem para o país".



O pesidente do Governo disse revelou, esta segunda-feira, que "a receita da Região é oposta à que a esquerda tem para o país: empobrecimento, com carga fiscal asfixiante para empresas e famílias, a dependência destes do Estado e burocracia bizantina. Um recado para o governo socialista de Lisboa com quem Albuquerque mantém um diferendo em função dos assuntos pendentes.

“Vamos continuar a fazer uma aposta decisiva no nosso tecido empresarial, no investimento público e privado, no empreendedorismo, na qualificação e educação das novas gerações”, disse o Chefe de Governo. E vamos continuar também a garantir um apoio substancial a todas as dinâmicas externas e internas de investimento, de criação de postos de trabalho qualificados e de desenvolvimento”.

Como refere uma nota publicada pelo Governo, o presidente do Executivo assegurou a manutenção de "uma carga fiscal reduzida para as empresas, assim como o diferencial fiscal no IRS, sobretudo para os primeiros escalões".


4 visualizações