Buscar
  • Henrique Correia

Mergulhadores reduzem efeitos da avaria na Estação Elevatória dos Reis Magos

Vice presidente da Câmara de Santa Cruz esteve no local e diz que a avaria deverá ficar reparada hoje ou o mais tardar amanhã. Aponta o dedo aos críticos


Miguel Alves, vice-presidente da Câmara de Santa Cruz, com o pelouro do saneamento e águas, veio hoje a público explicar a avaria na Estação Elevatória de Águas Residuais dos Reis Magos, ocorrida sexta-feira e que foi originada pela rotura "na conduta elevatória de 400mm em ferro fundido que transporta as águas residuais até à ETAR do Caniço, existente na Atalaia, que se acha embutida no referido talude, desde a construção da estação (1992)", explica na sua página do Facebook.

O vice da Autarquia santacruzense esclarece que "para a prossecução dos trabalhos, necessitaram de fechar o escoamento na referida conduta, através da desligação das eletrobombas da estação e do desvio das águas residuais afluentes para o mar, pelo emissário submarino -estendido desde a costa por mar dentro a uma distância de +/- 200 metros lineares-, recentemente construído, estando a fazer todos os esforços necessários para que a reparação seja tão breve quanto possível".

Miguel Alves revela ter estado no local para se inteirar visualmente do impacto desta situação, "bem como do andar das obras de reparação", adiantando que "a avaria será resolvida durante o dia de hoje ou na pior das hipóteses, na parte da manhã de amanhã, pois depende da existência de todo o material na Ilha da Madeira".

O vice da Autarquia liderada por Filipe Sousa anuncia que "para minimizar o impacte ambiental, a Câmara contratou uma empresa de mergulhadores para procederem à limpeza do mar. A bem do Ambiente é um esforço justificado e necessário", avançando que "este Executivo Camarário ainda não tem o privilégio de ter uma varinha de condão, de modo a evitar que as condições atmosféricas conjugadas com a rutura que aconteceu ou qualquer outra que venha a suceder, fossem contribuir para que o lixo viesse bater à nossa costa".

Respondendo a acusações do PSD, aoriveita para lembrar que "todas as Estações Elevatórias da Região Autónoma da Madeira foram feitas - mal ou bem, não interessa, elas estão lá para quem quiser ver e constatar - no tempo do PPD/PSD e são com elas que ainda temos que viver e situações destas já aconteceram este ano, a título de exemplo em Câmara de Lobos (18 de setembro de 2020) e na Ponta do Sol (2020), embora com impactes diferentes"

Miguel Alves diz, ainda, que "qualquer pessoa de bom senso, acho eu, independentemente do partido a que pertence ou que governe, não tem interesse algum em que uma situação destas aconteça, mas infelizmente há e existirá sempre gente que se aproveita para denegrir seja quem for, uns por ignorância, outros por pura calúnia"

12 visualizações