Buscar
  • Henrique Correia

Mergulho de Teófilo a 30 metros marca final do Campeonato de Fotografia


Secretário regional mergulhou durante 40 minutos ao recife artificial criado com o afundamento da corveta Pereira d’Eça.




Foi diferente e curiosa a participação do secretário regional de Mar e Pescas, Teófilo Cunha, no final do Campeonato do Mundo de Fotografia e Vídeo Subaquático no Porto Santo. Um mergulho profundo e uma garantia que valeu a pena o investimento.

"O governante participou no encerramento das provas que marcaram a competição, e fê-lo de forma muito simbólica, com um mergulho de 40 minutos ao recife artificial criado com o afundamento da corveta Pereira d’Eça, na companhia dos jornalistas nacionais e internacionais e elementos da organização.

No final do mergulho o secretário regional de Mar e Pescas deu conta dos 22 graus de temperatura da água que encontrou a 30 metros de profundidade, e pegou nesse detalhe para prestar tributo “à qualidade da organização” e, em nome do Governo Regional, fazer um balanço “extremamente positivo” da competição que trouxe ao Porto Santo mergulhadores de 22 países, mais de 100 pessoas e um total de 700 mergulhos nas límpidas águas marinhas da Ilha Dourada".

O governante assegurou que "o investimento do Governo Regional na realização do Campeonato do Mundo de Fotografia e Vídeo Subaquático, cujas provas oficiais terminaram esta sexta-feira, no Porto Santo, teve um efeito “mais do que multiplicador” na economia local e por isso considerou “um sucesso” a escolha da região para um evento com “forte projeção mundial”.

O 18.º Campeonato do Mundo de Fotografia e 4.º Mundial de Vídeo Subaquático foi realizado em parceria com a Associação de Natação da Madeira, presidia por Avelino Silva, que teve a seu cargo toda a organização e coordenação do certame. O executivo madeirense investiu 60 mil euros na prova.


7 visualizações