top of page
Buscar
  • Foto do escritorHenrique Correia

Miguel Albuquerque faz tabu com vinda de Montenegro: não sei se vem...




Mas o líder nacional do PSD vem mesmo e se houver maioria absoluta "é bom para o PSD nacional", diz Albuquerque.



Miguel Albuquerque visitou a ‘Tanoeiros Residence’.


O presidente do Governo Regional e do PSD Madeira fez hoje um tabu relativamente à vinda do líder nacional do partido à Madeira. Miguel Albuquerque parece que sabe mais do que diz mas diz menos do que sabe sobre a presença de Luís Montenegro na sexta-feira, último dia de campanha, nos contactos com a população, não há arruada este ano, diz o lider Regional.

Aos jornalistas, Albuquerque andou com um discurso de sim, talvez. O Diário, certamente com uma confirmação paralela, dá como certa a presença de Montenegro na campanha da coligação, há quem diga mesmo que o líder nacional fica para domingo à espera da maioria absoluta. Se for mesmo absoluta, será bom o PSD nacional e Montenegro não pode perder essa oportunidade.

A posição de Albuquerque foi dada foi transmitida à margem da visita a uma nova unidade de alojamento local: a ‘Tanoeiros Residence’, à Rua dos Tanoeiros, no Funchal.

O presidente do Governo, foi nessa qualidade, rejeita que esteja a fazer mais inaugurações do que é normal. No resto docano até faz mais. Traz a diretiva da Comissão Nacional de Eleições e diz que está a cumprir na íntegra. Até teve tempo para "rasteirar" uma jornalista que fez a pergunta sobre a última recomendação da CNE sem ter presente o conteúdo e assim foi dificil argumentar quando o presidente perguntou o que diz essa mesma recomendação. Riu-se o presidente e ficou por ali a conversa. "Cumpro a lei, assunto resolvido", diz a fechar.

Já agora, a recomendação da CNE foi “advertir o Presidente Governo Regional da Madeira, para que se abstenha, no futuro e até ao final do processo eleitoral, de proferir declarações, assumir posições ou praticar atos que, direta ou indiretamente, favoreçam ou prejudiquem uma candidatura em detrimento ou vantagem de outras, ou que de qualquer modo ponham em causa o cumprimento dos deveres de neutralidade e imparcialidade a que estão obrigados”.

10 visualizações

Comments


bottom of page