Buscar
  • Henrique Correia

Miguel Nunes quer repetir vitória de 2020 mas sabe que há mais concorrência


"São muitas as equipas com potencial para vencer esta prova. No campeonato de ralis da Madeira já se sente que andamos nos limites".



Miguel Nunes venceu a edição edição de 2020 do Rali Vinho da Madeira e já definiu “o objetivo de conquistar o melhor resultado possível, com a esperança de poder repetir esse triunfo. No entanto, existe muita concorrência e forte como reconhece em declarações ao gabinete de comunicação da prova.

"São muitas as equipas com potencial para vencer esta prova. No campeonato de ralis da Madeira já se sente que andamos nos limites e os protagonistas dessa competição vão estar presentes. Para além dos pilotos regionais, não nos podemos esquecer que as equipas que nos visitam também vão querer dar o seu melhor. Para este rali não teremos nada de novo, apenas efetuamos pequenos acertos na base que já tínhamos antes. Nesta fase em que estamos é difícil fazer melhor”, refere a informação publicada no site do Rali.

Miguel Nunes tem 40 anos de idade e começou nos ralis em 2005 com um Citroën C2 R2. Em 2007 passou para o volante de um Peugeot 206 S1600 com que foi vice-campeão regional em 2008. Repetiu a classificação em 2009 já com um Peugeot 207 S2000 e com essa viatura obteve o seu primeiro título em 2010. Mudou então para um Mitsubishi Lancer Evo X e voltou a ser campeão em 2012 e 2014. Esteve então uns anos com pouca atividade desportiva, quase sempre aos comandos de um Ford Fiesta R5. Em 2018 voltou em pleno ao “Regional” com um Citroën DS3 R5 e depois com um Hyundai i20 R5, viatura que manteve para 2019. Em 2020 foi novamente campeão, desta feita com um Skoda Fabia Rally2 Evo. Em 2021 venceu em Machico, foi segundo na prova inaugural e está na segunda posição do campeonato.

2 visualizações

Posts recentes

Ver tudo