Buscar
  • Henrique Correia

Mulheres do PSD-M sem hipóteses de organização; Albuquerque "corta" Rubina


A deputada concertou com o líder a eventualidade de uma estrutura regional das mulheres social-democratas


Rubina Leal foi convidada, pela organização nacional das mulheres social-democratas, a constituir, no seio do PSD Madeira, uma estrutura similar regional. A deputada, membro do secretariado "laranja" e antiga secretária regional, concertou com Miguel Albuquerque, que terá manifestado concordância com a iniciativa. Só que hoje, o presidente da Comissão Política do PSD Madeira emitiu um comunicado a dizer que não, não haverá qualquer estrutura regional de mulheres. Um "corte" na proposta de Rubina Leal, que desde a primeira hora apoiou Albuquerque na "cruzada" para a liderança pós jardinismo.

O PSD esclarece que "conforme determinado no Conselho Regional e tornado público, as escolhas para as Eleições Autárquicas de 2021 serão avaliadas, no momento próprio, pelo Presidente e pelos órgãos do Partido e depois de ouvir as estruturas locais, numa decisão a divulgar após o Congresso Regional de novembro".

No ponto 2, Albuquerque clarifica que "não serão promovidas quaisquer alterações aos Estatutos do Partido no sentido de integrar novas estruturas, nomeadamente a das Mulheres Social-democratas".

Ontem, Alberto João Jardim, como que numa antecipação, já tinha publicado a sua posição favorável à direção do PSD Madeira: "Muito bem Direção do PSD/Madeira não consentindo discriminação de Géneros.

A igualdade de Géneros no PSD/Madeira é concretizada  sempre através da Méritocracia".

40 visualizações