Buscar
  • Henrique Correia

Não será tão cedo que a Madeira vai levantar o recolher obrigatório


Albuquerque reafirmou que situação em Lisboa pode influenciar na manutenção dos testes PCR depois de 1 de julho.



O que está bem, está bem assim. Foi mais ou menos isso que Miguel Albuquerque disse, hoje, sobre a possibilidade da Madeira levantar o recolher obrigatório, que neste momento está à 1 da manhã. "As pessoas estão a aceitar bem as medidas e para já não há necessidade de alterar o recolher obrigatório".

O presidente do Governo falava à margem da visita à empresa Hidromadeira, representante de diversas marcas de topo europeias no sector das águas.

Albuquerque voltou a admitir a reversão da medida de substituir os testes PCR por testes rápidos a quem chega aos aeroportos da Região, que tem entrada em vigor prevista para 1 de julho, se a situação em Lisboa se mantiver com um quadro de risco elevado.

10 visualizações