Buscar
  • Duarte Azevedo

Nota de 1,67 para o relvado do Marítimo-FC Porto; espaço interdito a jogos


Onde vai jogar, agora, o Marítimo fazer 'casa'?

Foto DR.


Ninguém no planeta Terra teria dúvidas acerca da classificação que o relvado do Estádio do Marítimo iria merecer no jogo com o F.C. Porto. Mais décima menos décima, a pontuação só poderia ser negativa. De 1 a 5, teve 1,67. Ao que, a juntar à anterior (jogo com o Braga), 2.06, dá duas notas negativas, logo interdição do espaço para jogos.

Do sistema de rega de meio do século passado, da relva que apodreceu, da areia e terra que não foram as mais adequadas, do tratamento que foi e não foi feito, do comando das operações a passar de mão para mão, de um jardineiro - formado, atenção... - a uma empresa que vende produtos agrícolas, enfim uma série de situações já por aqui dissecadas e que nem vale a pena destacar...

A verdade, nua e crua é esta: onde vai, agora, o Marítimo fazer 'casa'? Na Ribeira Brava, onde se torna necessário uma série de melhoramentos? Na Choupana...? No continente...?

Renovado em 2016, o atual relvado - atenção, a manutenção do sistema de rega aconteceu, qual peça de museu! - cedo deu mostras de não estar capaz. Durou, eventualmente, alguns meses. E o que se fez, desde então? Enquanto se lançavam desculpas esfarrapadas, assobiava-se para o lado... E tempo houve mais que suficiente para fazer o que era preciso!

Os sócios que pagaram as quotas para ver o 'seu' clube, no 'seu' Estádio...? Esqueçam lá isso!

7 visualizações

Posts recentes

Ver tudo