Buscar
  • Henrique Correia

O importante é não nos enganarmos a nós próprios; a testagem é transparente


Miguel Albuquerque diz que só vai levantar restrições quando for seguro e refere que "mão vamos dizer que estamos a reduzir os casos para 50 sem fazer testagem. Para depois termos surtos…. Não"



O presidente do Governo Regional mantém-se firme nas medidas de prevenção contra a Covid-19. Só vai levantar restrições quando for seguro. Para já, fica tudo como está até 21 de fevereiro, até aperta mais na próxima semana, a do Carnaval, entre 15 e 19 de fevereiro, onde o encerramento das atividades comerciais e a proibição de circulação têm o horário de fim de semana, às 17 e 18 horas, respetivamente.

A este propósito, Miguel Albuquerque disse hoje, à margem da visita à empresa Francisco Câmara Climatização – Sistemas de Ar Condicionado e Eletricidade, que "as restrições em vigor devido à pandemia serão levantadas de forma gradual, conforme a evolução da doença o permitir. Até 21 de fevereiro tudo vai permanecer tal como já foi divulgado e depois dessa data tudo vai depender dos dados que a Autoridade de Saúde disponibilizar".

Numa nota publicada no site do Governo, é referido que Miguel Albuquerque, sublinhou que a Região tem uma situação diferente, porque no Continente assiste-se a um encerramento quase total da atividade económica. Um confinamento que, lembrou e segundo declarações do próprio primeiro-ministro, será para continuar até 19 de março"

"As nossas medidas permitem que a economia continue a funcionar, que as pessoas não fiquem fechadas em casa e que os alunos tenham acesso à sua Educação, quer com aulas presenciais, quer com aulas digitais. Até porque, na Madeira, já tínhamos comprado todos os computadores, ao contrário do que aconteceu no Continente".

O líder do Executivo Madeirense recorda que "na Região se está a fazer uma testagem alargada e progressiva, quer no sector público quer no sector privado. O importante é não nos enganarmos a nós próprios. Não vamos dizer que estamos a reduzir os casos para 50 sem fazer testagem. Para depois termos surtos…. Não. A nossa testagem é transparente. Estamos a fazer uma testagem geral. E consoante essa testagem estamos a tentar e a conseguir conter a pandemia".




15 visualizações