Buscar
  • Henrique Correia

O regresso à mesa de uma outra "reunião de Governo"


Fica a "história" de cada um na História da Madeira. Há os que gostam e os que não gostam. A História é mesmo assim...


Não deixa de ser interessante este "regresso" à mesa de um (quase) governo completo de outros tempos, acolhido agora, não na Quinta Vigia, mas na nova sala João Carlos Abreu no restaurante Il Vivaldi, recebidos por um antigo atleta de eleição, o Duarte Aveiro, agora noutra atividade mas sempre com a sua vertente de relações públicas, como já se conhecia do futebol.

Mas vamos ao governo, o de Jardim. O fato dá formalidade ao momento, líder é líder. É o único assim, na imagem (tirando o Aveiro, por motivos de função). Mas também, para o bem e para o mal, é único naquela fórmula que todos conhecem. E embora o hábito não faça o monge, Jardim não deixa, como nunca deixou, de ter cuidado com a imagem. Não é nada um "monge", mas tem o hábito de ter cuidado com a gravata. É desse tempo.

João Carlos Abreu foi uma das figuras emblemáticas dos governos de Jardim, revolucionou o Turismo, esteve muito à frente do tempo. Com maior ou menor currículo, vemos Bazenga Marques, Brazão de Castro, Rui Adriano e Jardim Fernandes.

Fica a "história" de cada um na História da Madeira. Há os que gostam e os que não gostam. A História é mesmo assim...

68 visualizações