Buscar
  • Henrique Correia

O tanque de gás vai finalmente sair dali; vários anos e vários secretários depois

O tanque de gás em frente ao Anadia sempre foi um perigo.


O tanque é para sair


A intervenção na Ribeira de João Gomes é um investimento superior a 400 mil euros


Mais vale tarde do que nunca. Dez anos passados sobre a tragédia provocada pelo temporal do 20 de fevereiro e vários secretários depois, o tanque de gás que está localizado em frente ao Centro Comercial Anadia vai sair dali. Foi preciso esperar muito, como de resto aconteceu com a recuperação da Ribeira de João Gomes, com muros improvisados, que de tanto tempo decorrido já nem surpresa causavam à efetiva "agressão" paisagística na cidade.

Pedro Fino, o governante que detém a tutela das obras públicas, vai assumir essa transformação tardia, mas a tempo de resolver o problema, dando simultaneamente "corda" à governação e dignidade à Ribeira e à Cidade. O tanque é uma parte, uma parte importante para a segurança, que ali ficou todo este tempo apesar dos alertas, frequentes, para os perigos iminentes.

Mas agora sim, o tanque será removido em consequência das obras de reconstrução de guardas, passeios e acesso à praia do Funchal na Ribeira de João Gomes vão avançar, um investimento de 403.500,02€.

Segundo o que está previsto fazer, como foi revelado recentemente, "serão repostas as guardas na sua forma original, não só para garantir a necessária segurança ao trânsito rodoviário, como também para dar um enquadramento estético adequado àquela zona da baixa da cidade, que continua com o aspeto de zona não recuperada.".

Serão reconstruídos "os passeios que foram destruídos, de modo a repor as zonas pedonais anteriormente existentes. Os passeios serão executados com três tipos diferentes de acabamentos: trief, calçada à portuguesa e betonilha esquartelada".

A obra vai avançar. Parece que desta vez vai mesmo...

25 visualizações