Buscar
  • Henrique Correia

Ocupação hoteleira de 22% na Madeira entre junho e setembro

As perdas globais, no País, deverão ser, no mínimo, de 3,2 mil milhões de euros, mas podem ultrapassar este valor.

Um estudo da Associação de Hotelaria de Portugal revela durante os meses de junho a setembro, "a taxa de ocupação média da hotelaria, na Madeira, foi de 22%". 

No geral do país, o estudo antecipa, para a hotelaria, "uma quebra de 70% da ocupação e das receitas no conjunto deste ano. As perdas deverão ser, no mínimo, de 3,2 mil milhões de euros, mas podem ultrapassar este valor".

A ocupação de junho a setembro ultrapassou os 50% no Alentejo (com uma taxa de 55%), ficando abaixo em todas as outras regiões do país".

A Área Metropolitana de Lisboa (18%) é, juntamente com os Açores (19%), a região mais penalizada, seguindo-se a Madeira (22%), o Norte (29%), o Centro (35%) e o Algarve (41%).

6 visualizações