Buscar
  • Henrique Correia

Operação complexa vai vacinar pessoas com mais de 80 anos na Madeira



O segundo lote de vacinas, composto 11.700, contempla ainda a vacinação de cidadãos com mais de 50 anos e com patologias crónicas, profissionais de saúde, quer do setor público, quer do privado, forças de segurança e alguns setores da área decisória.


O presidente do Governo Regional lembrou hoje que Região inicia agora "uma semana muito importante no que concerne à administração da vacina contra a COVID-19, junto de pessoas com mais de 80 anos, prosseguindo ainda a vacinação de utentes de lares em toda ilha".

O segundo lote de vacinas, composto 11.700 doses da vacina da Pfizer, que chegou à Região no passado domingo, contempla ainda a vacinação de cidadãos com mais de 50 anos e com patologias crónicas, profissionais de saúde, quer do setor público, quer do privado, forças de segurança e alguns setores da área decisória.

Segundo uma nota publicada no site do Governo, "esta operação será complexa e exigente numa altura em que o número de vacinas a administrar diariamente ultrapassará as 300 doses".

“É preciso montar um sistema de vacinação dessa população que vive nas suas residências. É preciso ir buscá-las, concentrá-las no local de vacinação, com todas as condições de segurança e, depois, administrar a vacina de uma só vez, porque, como você sabe, isto não pode ser a conta gotas. As próprias condições de operacionalização e de administração da vacina também exige um conjunto de regras que são complexas e muito importantes”, explicou.



8 visualizações