Buscar
  • Henrique Correia

Operações de Reabilitação Urbana vão para discussão pública na Câmara do Funchal

ORU referem-se ao vale da Ribeira de João Gomes, em Santa Luzia, e na zona da Corujeira e Tornos, na freguesia do Monte


A abertura dos períodos de Discussão Pública para as duas novas Operações de Reabilitação Urbana (ORU) recém-concluídas pelo Município, nomeadamente no vale da Ribeira de João Gomes, em Santa Luzia, e na zona da Corujeira e Tornos, na freguesia do Monte, foi hoje aprovada por unanimidade na Câmara do Funchal.

Este passo estáde acordo com o previsto no PDM do Funchal e conforme as Áreas de Reabilitação Urbana (ARU) que se encontram em vigor há cerca de um ano, nestas mesmas áreas.

Miguel Silva Gouveia, o presidente da Autarquia, explicou que “a aprovação das duas ARU em causa, no ano passado, conferiu desde logo benefícios fiscais à reabilitação de imóveis dentro destas áreas. Com a aprovação das ORU que agora desenvolvemos, a CMF poderá desencadear, daqui em diante, múltiplas ações que são do maior interesse para estas zonas da cidade, no sentido de minimizar os riscos e criar uma dinâmica de valorização do património em causa, garantindo melhor qualidade de vida aos residentes e criando interesse aos visitantes, ao associarmos o investimento privado a um programa de investimento público.”

“As novas ORU são dois instrumentos de decisão profundamente relevantes para o Município, na introdução de ações tanto ao nível das Zonas Altas do Funchal, como numa das principais zonas de entrada na cidade, e é nesse sentido que desenvolvemos um plano de intervenções estruturantes, a serem concretizadas a curto, médio e longo-prazo.

Igualmente aprovada hoje por unanimidade foi a atribuição da 2ª fase de apoios financeiros ao associativismo desportivo para o ano de 2020. Serão apoiadas pela Autarquia um total de 26 entidades, num investimento de 55 mil euros, no sentido de “garantir condições para que os eventos desportivos que já estão confirmados no Funchal até ao final do ano se possam realizar, algo que consideramos de grande importância para a dinamização da cidade e para o bem-estar dos funchalenses. Desde o final do confinamento, a CMF já atribuiu 168 mil euros de apoios ao Desporto”, concluiu o Presidente.

2 visualizações