Buscar
  • Henrique Correia

Orçamento Regional apresentado "a tempo"


Miguel Albuquerque: "O Governo da República não cumpriu com a Madeira".



O presidente do Governo Regional disse hoje que "o Orçamento Regional será apresentado a tempo, com duodécimos, envolvendo pequenos problemas técnicos'.

Miguel Albuquerque considera que a melhor solução passa por um novo governo, reafirmando que o Governo da República não cumpriu com a Madeira, designadamente na questão do "ferry" e do Hospital, onde não tem havido a clarificação relativamente aos 50% do pagamento da infraestrutura.

Quanto ao chumbo do Orçamento e às eleições antecipadas, Miguel Albuquerque não tem dúvidas de que "para o País e a Região o melhor foi este Orçamento ter sido chumbado".

O presidente do Governo Regional fez estas declarações antes de entrar nas instalações do Savoy Palace, onde decorreu, na manhã de hoje, a sessão de abertura da 9ª Reunião da Transnational Network of ERDF/CF SCO practitioners.

"Aos jornalistas, o líder madeirense explicou ainda que poderá haver algumas dificuldades pontuais e técnicas na execução do Orçamento Regional para 2021, devido à aprovação tardia do próximo Orçamento de Estado – que Miguel Albuquerque prevê para abril ou maio – que serão contrariadas, se necessário for, com um orçamento retificativo", refere uma nota publicada pelo Governo.

Até abril ou maio, "os fundos que vêm de Lisboa ficam sujeitos aos duodécimos, mas é melhor funcionar em duodécimos do que levar o país à ruína, que era o que o que os derrotados das autárquicas, o PCP e a extrema esquerda queriam fazer, ao chantagear o PS e o Governo da República".

Quanto às futuras eleições internas no PSD nacional, acredita que «se o PSD nacional não fizer muitas asneiras, terá todas as condições para se apresentar como alternativa.


17 visualizações