Buscar
  • Henrique Correia

"Os colchões do Rochão e a vergonha da Levada da Serra do Faial na rota das agências


Raimundo Quintal denuncia e diz: "Mais importante, muito mais importante, que quantidade de votos é a qualidade do Ambiente!".





O investigador madeirense Raimundo Quintal, que tem uma intervenção cívica regular também através das chamadas redes sociais, predominantemente com posições assumidas em favor das questões ambientais, denunciou esta semana o lixo acumulado na zona da Camacha, no Rochão e Robeiro Serrão, onde passa com regularidade nas suas viagens de autocarro, mas também onde vê excursões com turistas que param ali para fazer uma levada e se deparam com aquela "paisagem".

Raimundo Quintal, que já foi vereador no Funchal, lembra que é "utente dos transportes públicos (não apenas em dias assinalados como fazem muitos autarcas e governantes para registo das câmaras da televisão) e como tal disponho de vistas privilegiadas para observar a evolução da paisagem ao longo do ano. Desloco-me com muita frequência de autocarro para o Santo da Serra, passando nalgumas viagens pelo Rochão e pelo Ribeiro Serrão, na freguesia da Camacha".

Escreve que "junto à paragem de autocarros, localizada no cimo da íngreme rampa que permite o acesso aos dois sítios, há um ecoponto, habitualmente muito sujo. Nesse ecoponto, mais de um mês antes das eleições autárquicas, foi depositado um colchão, que ali se manteve até ao dia da renovação da maioria absoluta sem que tivesse sido removido.

Na semana após as eleições outro colchão foi para ali atirado. Esta manhã (dia 13 de outubro), pelas 11 horas, lá continuavam os dois, mais uns monstrozinhos, numa arrojada instalação artística, que julgo ter sido profusamente registada em fotografia e em vídeo, já que na outra faixa da estrada estavam estacionados dois autocarros a aguardar as dezenas de turistas que estavam percorrendo um troço da Levada da Serra do Faial, que as agências de viagens deveriam ter vergonha de intergrar nos programas de passeios a pé".

Face a este cenário, alerta: "Senhores Autarcas da Câmara de Santa Cruz, espero que desta vez não respondam com o triste argumento de que estou a fazer mais um número. Mais importante, muito mais importante, que quantidade de votos é a qualidade do Ambiente!".


8 visualizações