Buscar
  • Henrique Correia

Os partidos têm clientelas? Se o Dr. Jardim diz que sim é de levar a sério



Caberia talvez questionar o Dr Jardim sobre as razões que o levaram a manter a estrutura partidária com essa clientela




A gente suspeita que os partidos são estruturas com as quais devemos lidar de pé atrás. Mas são apenas suspeitas, nada de sério. Mas quando aparece um líder de um partido, daqueles líderes com lideranças de perder de vista, uns 40 anos, o caso muda de figura e pensamos, seriamente, se não haverá aqui uma situação menos transparente, daquelas que a democracia acolhe e que os partidos, porque serve, nem se atrevem a abordar.

Alberto João Jardim foi líder do PSD Madeira durante décadas, conhece a realidade regional, mas conhece também a realidade nacional, esteve ao lado dos maiores líderes do partido, esteve distante dos outros, mas sabe muito do que fala. E nisto dos partidos, internamente, no caso do PSD em particular, melhor do que Jardim para saber o que vai dentro, só mesmo, talvez, Jaime Ramos.

Jardim decidiu dizer, em entrevista ao Porto Canal, que já reproduzimos parte, que há muitas clientelas nos partidos, que fazem jogadas para interesses pessoais.

Claro que colocados perante esta realidade, com declarações de quem sabe do que fala, caberia talvez questionar o Dr Jardim sobre as razões que o levaram a manter a estrutura partidária com essa clientela. Ou também terá cedido à máquina que o levou a tantas maiorias absolutas e no sentido de que em equipa que ganha não se mexe?

Não seria necessário o Dr. Jardim vir dizer, agora que está entre o reformado e candidato a conselheiro do líder nacional do PSD, que há clientelas nos partidos, porque isso nota-se, sabe-se, mas todos dizem que está bem assim.

A democracia prevê os partidos. E os partidos desenvolveram a partidocracia, que às vezes ultrapassa os limites do espaço democrático. Mas é assim, "clientes" não faltam, sobretudo se o patrão está a "vender" bem. Foi o caso do PSD na Madeira.

Valerá a pena refletir sobre estas declarações do Dr Jardim. Sobre os partidos, sobre as influências, sobre estas clientelas e sobre a resposta aos que são jovens, são madeirenses, mas não são "clientes". Não é fácil...





12 visualizações