top of page
Buscar
  • Foto do escritorHenrique Correia

Outra versão CHEGA: sentido de voto só no dia da votação



A 21 de junho, Miguel Castro disse: "Com Albuquerque, não! Tão simples quanto isso!... Não façam filmes".



O CHEGA Madeira não pára de surpreender e a cada dia passa uma versão diferente sobre o seu sentido de voto no Programa de Governo. Já foi claramente não com Miguel Albuquerque, em vários momentos, já foi um talvez sim ou abstenção mesmo com Albuquerque, voltou à fórmula inicial, ma RTP Madeira exigindo o afastamento do presidente do Governo e agora, à Antena 1 Madeira, diz que a população só irá saber o sentido de voto do CHEGA no dia da votação.

Miguel Castro apresenta justificação até agora pouco "exercitada" pelo partido de Ventura, sendo que nestas declarações, até ver outras, o CHEGA Madeira surge com uma postura mais aberta, que indicia mesmo a possibilidade de não votar contra e não votar a favor, a abstenção também serve.

A 21 de junho, Miguel Castro disse: "Com Albuquerque, não! Tão simples quanto isso!... Não façam filmes. Não façam especulações. Não brinquem connosco! Respeitem o CHEGA. Nós não nos vendemos".

Está marcada uma nova reunião entre o partido e o governo para a próxima segunda-feira.

34 visualizações

留言


bottom of page