Buscar
  • Henrique Correia

Pólo Funchal da Bienal Internacional de Arte de Gaia.


O pólo do Funchal tem a curadoria do artista plástico Diogo Goes, curador da Galeria Marca de Água e professor do ensino superior no Instituto Superior de Administração e Línguas - ISAL



A Galeria Marca de Água deu conhecimento que em parceria com a Artistas de Gaia - Cooperativa Cultural, com o apoio da Câmara Municipal de Gaia e do Ministério da Cultura, estreia pela primeira vez no Funchal o Pólo da Bienal Internacional de Arte de Gaia.

A 4ª Bienal Internacional de Arte Gaia 2021 tem direção artística do artista plástico, jornalista e museólogo Agostinho Santos. Esta bienal tem uma programação descentralizada, distribuindo-se

por nove municípios do país. Além de Gaia, a bienal tem pólos em Alfândega da Fé, Esposende, Monção, Santa Marta de Penaguião, Viana do Castelo, Vila Flor e Funchal, que marca estreia nesta edição. A edição deste ano contemplou o apoio do Ministério da Cultura, através da Direção-Geral das Artes que reconhece deste modo a importância da bienal no panorama artístico nacional.

A bienal abriu ao público no passado dia 17 de abril e ficará patente até ao mês de julho, em função da programação definida para os vários pólos. A edição deste ano contempla treze exposições em oito pólos, expondo mais de quinhentos artistas de dezassete nacionalidades. O pólo

principal em Gaia, contempla três pavilhões, num total de seis mil metros quadrados, na antiga fiação de Crestuma, em Lever, local que acolheu esta iniciativa em 2019.

O pólo do Funchal tem a curadoria do artista plástico Diogo Goes, curador da Galeria Marca de Água e professor do ensino superior no Instituto Superior de Administração e Línguas - ISAL,

onde leciona História da Arte. O artista madeirense é também Editor-chefe do Jornal da Comuni￾dade Científica de Língua Portuguesa - A Pátria (Ponte Editora) e integra os conselhos editoriais

de várias revistas científicas.

Inaugurações simultâneas abrem programação do Pólo do Funchal

Sobre a programação do Pólo da bienal no Funchal, a Galeria Marca de Água, revela que no próximo dia 27 de maio serão inauguradas novas duas exposições em simultâneo, uma coletiva e

outra individual, pelas 18 horas.

2 visualizações