Buscar
  • Henrique Correia

Pedro Ramos acerta com Lisboa a diferença nas contas dos casos da Madeira


Notificações tardias de casos de dezembro, janeiro e fevereiro, na origem desta situação. Regularização ainda esta semana


Já dura há muitos meses. E para o público em geral, sempre foi incompreensível esta diferença de casos de Covid-19 expressos pela direção-geral de Saúde e pela direção regional, mas sobretudo suscitava dúvidas esta incapacidade revelada para tratar o assunto, independentemente do canal institucional que fosse necessário para o efeito.

A avaliar pela explicação do coordenador da unidade de Saúde, o médico Maurício Melim, à RTP Madeira, o assunto será resolvido esta semana, depois do secretário regional da Saúde ter falado com Lisboa para resolver a questão.

Segundo Maurício Melim, a diferença esteve em algumas notificações que não foram feitas, no tempo certo, na plataforma nacional, mesmo sendo contabilizadas pela Região, que sempre apresentou os números corretos. Essas notificações atrasadas, de dezembro, janeiro e fevereiro, foram feitas agora, entrando para as estatísticas atuais e desvirtuando o RT, o Rácio de Transmissão, pelo que havia necessidade de solucionar este problema.

Além disso, explica Mauricio Melim, as situações dos viajantes, sobretudo da República Checa e da Polónia, pelos nones expela inexistência de número de utente, resultaram em duplicação de casos contabilizados, cujo acerto foi feito à posteriori.



11 visualizações