Buscar
  • Henrique Correia

Pessoas sem abrigo ou a pedir nas ruas têm aumentado a "olhos vistos"

Bispo não esconde realidade no Funchal e sobre a Noite de Natal garante Missas do Galo mas sem ajuntamentos


É uma realidade trazida pela pandemia, pelo confinamento, que tranformou o Funchal e a segurança das populações. Não faz parte das estatísticas, não são situações contabilizáveis, mas como disse o Bispo do Funchal, e bem, nota-se a "olhos vistos", uma expressão utilizada sempre que uma determinada realidade é facilmente visível.

D. Nuno Brás fez declarações, à RTP Madeira, que representam o sentir dos cidadãos, disse que pessoas sem abrigo ou a pedir nas ruas têm aumentado, disse mais, que há pessoas que tinham a vida equilibrada e que passam por dificuldades em função das consequências da pandemia, o que também é uma realidade indesmentível.

O Bispo falou, ainda, do Natal, garante, para já, que as Missas do Galo vão acontecer, mas naturalmente mais condicionadas e sem os ajuntamentos a que estávamos habituados ao momento e à época, substituindo o beijo ao menino jesus por una saudação. Nas igrejas, também um Natal diferente.

4 visualizações