Buscar
  • Henrique Correia

PJ deteve na Madeira homem de 30 anos suspeito burla



Indivíduo solicitava o pagamento antecipado de produtos, mas nunca chegava a disponibilizar


A Polícia Judiciária anunciou hoje ter detido, através do Departamento de Investigação Criminal da Madeira, um homem de 30 anos de idade, em cumprimento de mandado emitido pelo Ministério Público – DIAP do Funchal, no seguimento de uma investigação em curso pela prática reiterada de diversos crimes de burla.

O arguido tem-se dedicado, como modo de vida, à prática de múltiplas burlas, publicitando nas redes sociais ou através de contatos pessoais, a venda de telemóveis e outros artigos, por um preço inferior ao do mercado, solicitando o seu pagamento antecipado, mas nunca chegando a disponibilizar o artigo supostamente adquirido.

Desta forma, obteve vantagem patrimonial ilícita de milhares de euros.

O detido vai ser presente às autoridades judiciárias competentes, para aplicação das medidas de coação tidas por adequadas

7 visualizações