Buscar
  • Henrique Correia

PJ faz uma detenção na Madeira na operação sobre pornografia de menores


Os suspeitos destes crimes têm por hábito a promoção e partilha mútua de ficheiros digitais com imagens e vídeos com pornografia de menores.




A Polícia Judiciária revelou hoje que deteve 15 indivíduos, com idades compreendidas entre os 22 e os 60 anos, e fez 25 buscas domiciliárias, no âmbito de uma operação policial de grande dimensão de combate à pornografia de menores na internet. Uma das detenções ocorreu na Madeira, disse o responsável pela unidade de combate ao Cibercrime da PJ, Carlos Cabreira.

A operação “3P” (Portugal Ponto a Ponto) coordenada pela UNC3T-Unidade Nacional de Combate ao Cibercrime e à Criminalidade Tecnológica, teve a participação de todas as Diretorias e os Departamentos de Investigação Criminal da Policia Judiciária além da Unidade de Perícia Tecnológica e Informática (UPTI) da PJ, bem como o DIAP de Lisboa e serviços do MP territorialmente competentes, em cada uma das localizações operacionais.

Os suspeitos destes crimes têm por hábito a promoção e partilha mútua de ficheiros digitais com imagens e vídeos com pornografia de menores, podem atuar e interagir diretamente com os menores, por exemplo em contexto de jogos online, serem colecionadores deste tipo de conteúdos, ou mesmo dedicarem-se à produção de conteúdos que posteriormente alimentam as redes organizadas de pornografia de menores e consequente abuso sexual.








17 visualizações