Buscar
  • Henrique Correia

Porto Santo a "aliviar" medidas é para pensar bem


Mensagem deixada pelo presidente do Governo: "Não podemos querer abrir tudo de repente e depois termos novas subidas de caso"




O presidente do Governo Regional lembrou hoje que a Madeira não está confinada e, por isso, não é de esperar uma redução mais acelerada no número de casos de Covid-19.

Temos a economia a funcionar, só mesmo o recolher às 19 horas e mesmo aí há exceções. Não podemos querer abrir tudo de repente e depois termos novas subidas de casos, como aconteceu com Itália.

Albuquerque diz que é preciso ponderar muito antes de abrir o Porto Santo, uma vez que não quer que aconteça o que aconteceu em dezembro".

O presidente do Governo presidiu à cerimónia comemorativa do 108º aniversário do Corpo de Polícia Florestal, uma força, cujo trabalho, conforme relevou, é determinante para a preservação do património natural da região autónoma.

O Chefe do Governo salientou ser necessário prosseguir políticas de preservação da floresta, não só no que concerne à proteção das áreas protegidas, que correspondem a 64% do território terrestre da Região, mas também à sua valorização.

“Temos feito, em muitas áreas, a renaturalização com plantas endémicas, assim como trabalho de fiscalização regular, através da nossa guarda florestal. Temos aberto caminhos florestais e construído infraestruturas para a preservação das mesmas, sobretudo no combate aos incêndios”, indicou Miguel Albuquerque.


3 visualizações