Buscar
  • Henrique Correia

Porto Santo deixa Café do Teatro de fora dos apoios e grupo ameaça sair da ilha


Dário Silva: "Sendo assim, da nossa parte estamos a ponderar desinvestir totalmente naquela Ilha. Está visto que não nos querem lá!"


O grupo empresarial Café do Teatro mostra-se indignado com a Câmara Municipal do Porto Santo e o responsável, Diário Silva, já deu expressão a esse descontentamento na página do Facebook. Tudo porque a autarquia liderada por Idalino Vasconcelos deixou de fora aquele grupo, com dois estabelecimentos instalados na ilha dourada, do programa “Compre Aqui! Comércio Local em Primeiro”.

O empresário revela que o grupo foi informado, "primeiro por via telefónica, posteriormente por e-mail que os 2 estabelecimentos do Grupo CAFÉ DO TEATRO tinham sido excluídas “FICADO DE FORA” desta iniciativa pela Câmara do Porto Santo no que se refere à ajuda ao comércio local. O nosso grupo, tem atualmente a exploração do APOLO 14 e do PORTO SANTO BEACH CLUB que conta com mais de uma dezena de Colaboradores TODOS Portossantenses. Nas épocas altas, damos emprego a mais de duas dezenas de Colaboradores TODOS oriundos da Ilha", deixa o desabafo.

Dário Silva explica o argumento dado pela Câmara: "Dizem que fomos excluídos, considerando que as Sedes Fiscais das empresas que exploram os estabelecimentos, são na Madeira ?! Andamos a investir já durante alguns anos naquela Ilha, estamos a aguentar a tormenta que nem para despesas básicas decorrentes do COVID-19 dá para pagar, são Rendas, Luz, Água, Tv Cabo Impostos etc... Facturamos, estamos há meses a por lá Centenas de Euros e este é o apoio ao comércio local que a Câmara dá. Queremos apenas os mesmos direitos", reivindica.

O empresário, nesta exposição pública, acrescenta que " esta Câmara devia de apoiar o Comércio Local como várias Câmaras fizeram e estão a fazer como é o exemplo de São Vicente, Calheta, Câmara de Lobos, etc. apoiar as empresas com (x) valor pelo número de trabalhadores, isso sim é um apoio", lembrando que "já não é a primeira vez que esta Câmara tem uma atitude reprovável com o nosso Grupo, sendo assim, da nossa parte estamos a ponderar desinvestir totalmente naquela Ilha. Está visto que não nos querem lá!"

Recorde-se que a Campanha Apoio ao Comércio Local “Eu Compro Aqui! Comércio Local em Primeiro”, destina-se aos residentes e estabelecimentos do comércio local do Concelho do Porto Santo, com sede ou morada no município, devidamente comprovada documentalmente.

O Município dispõe de cupões de 10,00€ e 20,00€, que poderão ser adquiridos, no Edifício de Serviços Públicos, na área do Gabinete da Cultura, no rés do chão, entre as 9h30 e as 13h00, e deverão apresentar o cartão do cidadão ou de identidade para poderem proceder ao pagamento e levantamento dos talões "Eu Compro Aqui", não esquecendo de manter o distanciamento e cumprir com as regras em vigor, impostas pelas autoridades de saúde.







55 visualizações