Buscar
  • Henrique Correia

Professores contra calendário escolar na Região; mais aulas e menos descanso


Francisco Oliveira (SPM): "Aumenta a idade média da classe docente e aumenta o trabalho. Onde vamos parar?"


O coordenador do Sindicato dos Professores da Madeira veio hoje a público criticar o formato do calendário do novo ano letivo, apresentado pela secretaria regional da Educação e onde as propostas do SPM não foram tidas em conta: "Ao contrário da posição do SPM, vem aí um ano letivo com mais dias de aulas e menos descanso, logo mais desgaste e maior probabilidade de problemas de saúde ao longo do ano. Aumenta a idade média da classe docente e aumenta o trabalho. Onde vamos parar?"

Também no Facebook do SPM é referido que "infelizmente, a secretaria de Educação não teve em conta as sugestões do SPM, que discordou, entre outros aspetos, da antecipação do início das atividades letivas do ensino básico; das diferenças entre setores, nomeadamente entre o pré-escolar e o 1.º ciclo, ao contrário do calendário nacional, que é inegavelmente mais equilibrado.


5 visualizações