top of page
Buscar
  • Foto do escritorHenrique Correia

PSD e CDS "forças de bloqueio" na comissão de inquérito


Sérgio Gonçalves: “Estamos perante um PSD e um CDS que, ao contrário do que apregoam, são contra a transparência e tentam impedir que os madeirenses conheçam toda a verdade".





"O PSD e o CDS adotaram, esta tarde, uma postura de bloqueio em relação ao cabal apuramento dos factos, no âmbito da comissão de inquérito sobre as “obras inventadas” e o favorecimento de grupos económicos por parte do Governo Regional, constituída na sequência das denúncias feitas pelo ex-deputado do PSD Sérgio Marques", revela uma reacção do líder socialista.

A nota do PS-M acrescenta que "na primeira reunião da comissão, convocada para debater a metodologia a adotar, a maioria PSD-CDS recusou a proposta, os documentos e uma perícia solicitados pelo PS, partido que requereu a constituição da referida comissão de inquérito. Do mesmo modo, foi chumbada a audição de todas as personalidades apontadas pelo PS, à exceção dos nomes solicitados de forma potestativa. Miguel Albuquerque, Avelino Farinha e Luís Miguel de Sousa serão, assim, os inquiridos, em datas a definir".

Sérgio Gonçalves lamenta que "a maioria não só não tenha apresentado qualquer metodologia de trabalho, como tenha, inclusivamente, obstaculizado aquela que foi proposta pelo PS. “Estamos perante um PSD e um CDS que, ao contrário do que apregoam, são contra a transparência e tentam impedir que os madeirenses conheçam toda a verdade obscura que envolve a governação da Região”, afirma o líder socialista, acrescentando que os deputados da maioria “despiram as vestes de deputados para adotarem o papel de advogados de Miguel Albuquerque e do Governo Regional”.


3 visualizações

Comments


bottom of page